terça-feira, 21 de julho de 2009

QUANDO DEUS ABRE A PORTA...

Ha dois anos, aproximadamente, fiz chegar as mãos do Departamento de Educação da ABA o curriculo de uma jovem, cujo nome vou omitir por medida de segurança. Sei que em sua igreja você deve ter um ou mais jovens de quem pode dizer: " É um(a) jovem da melhor qualidade"! Pois assim é a jovem desse episódio. Creio que ao ler essa matéria Ela vá ficar corada de vergonha, visto que é nitidamente tímida, ainda que seu nome não seja aqui apresentado.

Antes de continuar, devo dizer que tenho evitado "assinar embaixo" de qualquer curriculo que me chega as mãos. Recebo muitos, fruto dos amigos e irmãos acreditarem nos meus relacionamentos e influencia. Quanto ao segundo quesito, já foi bem melhor em tempos passados. Sobretudo na época em que os Conselhos Escolares sugeriam os nomes a serem contratados ao Departamento de Educação. Com o advento da "ditadura", que tem dias contados para ser extirpada por completo, aquela realidade mudou muito. ( não é fácil mudar um sistema da noite para o dia ).

Voltando a relato. Algum tempo depois a jovem educadora foi admitida como professora de matemática no Colégio Adventista da Cidade Nova por convite da então diretora, professora Karla. Todos na Marambaia ficamos muito felizes, haja vista que a jovem é muito querida entre nós, e é a filha maior de três. Sua mãe, uma funcionária pública, lutou toda a vida, sozinha, com muita dificuldade para manter os filhos nas nossas escolas e nos caminhos do Senhor. Esta poderá dizer com alegria a pergunta " onde estão os filhos que te dei..."Graças a Deus esses jovens hoje são exemplos de comprometimento com o evangelho, estando firmes no Senhor, envolvidos em cada projeto da Igreja, o que mostra que nunca estamos sós quando desfrutamos na companhia de Deus.

No último sábado conversava com esta linda família a saída da IASD da Marambaia e, com surpresa, e um pouco de decepção, tomei conhecimento que P (assim passarei a chamá-la), havia sido demitida pela atual administradora do Colégio. Meu semblante caiu! Confesso que fiquei realmente muito constrangido e triste Quando já preparava-me para sair em definitivo, meditando no que isso representaria no orçamento daquela familia, lamentei o ocorrido, quando fui novamente surpreendido pela mãe da jovem educadora, dizendo: " Não fique triste, não"! Disse a mãe. E continuou, dizendo: " Minha filha foi demitida num dia e no outro foi chamada como concursada pela Escola Bosque"! Nem bem comecei a alegrar-me, o que ouvi a seguir foi algo que deixou-me emocionado pelo resto do sábado. Sabem o que mais ocorreu? O SALÁRIO DA JOVEM, HOJE, É QUATRO VEZES MAIOR QUE O ANTERIORMENTE RECEBIDO EM NOSSO COLÉGIO!

Lindo, não é!!! De pronto lembrei-me da música cantada pelo Pastor Fernando Iglesias que, dentre outras coisas, diz: " Os que esperam no Senhor voam com asas como a águia"!